terça-feira, 14 de junho de 2011

Vale oferece 380 vagas para engenheiros de projetos

Profissionais vão trabalhar na implantação de projetos de capital da empresa

A Vale está recrutando engenheiros para atuar na implantação de seus projetos no Brasil. São 380 vagas para profissionais com mais de quatro anos de formação. As inscrições vão até 15 de julho. Só este ano a Vale – segunda maior mineradora diversificada do mundo – tem previsão de investimento de US$ 24 bilhões.

Para participar da seleção, o profissional deve ser formado em um dos seguintes cursos de Engenharia: de Automação, Civil, Elétrica, Mecânica, de Minas, Metalúrgica, de Produção ou Química. É necessário ter nível de inglês intermediário ou avançado.

Há dois perfis de vagas disponíveis. O primeiro perfil é para engenheiros com quatro a dez anos de formação e experiência mínima de quatro anos em projetos de médio e grande porte nos setores de infraestrutura, petroquímica, siderurgia, mineração ou química, entre outros.

O segundo perfil é para engenheiros com mais de dez anos de formação, que precisam ter atuado por pelo menos oito anos no tipo de projetos descrito acima e ter ocupado cargo gerencial.

É importante ter disponibilidade para mudar de cidade, já que a Vale está investindo em projetos em vários estados onde opera no Brasil: Espírito Santo, Maranhão, Minas Gerais, Pará, São Paulo e Sergipe.

Os contratados terão direito aos benefícios de prática no mercado, além da participação nos resultados da empresa – um diferencial importante da Vale.

As inscrições devem ser feitas pelo site www.vale.com/oportunidades

Processo seletivo

O candidato passará por cinco etapas no processo seletivo. A primeira é a análise curricular. Em seguida, haverá entrevista individual ou dinâmica de grupo (de acordo com o cargo), entrevista técnica, exames médicos e entrega da documentação necessária.

Serviço:
Recrutamento de Projetos de Capital
Quando: até 15 de julho
Quantidade de vagas: 380
Como se inscrever: acesse o site www.vale.com/oportunidades

terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

Novo blog

Turma, que tal acessar meu novo blog? O endereço é http://www.brenoeustaquio.com . O estilo é parecido com essa antiga versão do Antenado. Devo lembrar que notícias geralmente serão postadas no http://antenado.vibeminas.com.

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

sexta-feira, 2 de outubro de 2009

Erros ao vivo

É cada uma...

A lição do Enem nota zero

Por Breno Eustáquio – Jornalista e Professor

A denúncia de vazamento das provas do Enem (o Exame Nacional do Ensino Médio) publicada ontem pelo jornal O Estado de S. Paulo mudou a rotina de 4 milhões de estudantes brasileiros. E também deixou uma lição histórica, não só para quem seria submetido ao exame, mas para qualquer cidadão desse país que tenha o mínimo de vergonha.

Neste ano de 2009, o Enem será marcado pela novidade de substituir o vestibular de várias instituições de Ensino Superior públicas e particulares. Por esse motivo, seus organizadores tinham que dar provas de que sua elaboração, aplicação e correção eram seguras o suficiente para que o país assumisse um papel histórico tão importante para a educação nacional.

Mas como educação é algo deficiente no Brasil, infelizmente as autoridades políticas ainda não dão a ela a atenção que merece, reforçando aquela máxima de que quem está no poder pouco se lixa para um povo mais esclarecido. Afinal de contas, quanto mais for informada a população, mais trabalho ela dará a quem governa.

Agora, milhões de alunos vão ter que esperar por uma nova definição do Ministério da Educação, que diz ter condições de reorganizar o exame para daqui a 45 dias. E como ficam as datas dos vestibulares, já marcadas em várias instituições? Essa pergunta é apenas a ponta do iceberg. Será que os alunos poderão confiar na lisura do novo processo? Se o conteúdo vazou uma vez, não pode vazar outras? Será que educação não estará novamente ameaçada de ser sucumbida pela corrupção, mal maior desta nação? São dúvidas que pairam no ar e que dificilmente serão respondidas. Do Ministério da Educação espera-se muita seriedade na condução do caso, apuração e punição severa aos culpados por esse triste episódio.

Envergonhado com essa lastimável página da história da educação brasileira, deixo aqui um alerta a parte dos milhões de estudantes afetados pelo cancelamento do Enem e para brasileiros que, como eu, sonham com um país melhor: aprendam a lição e tentem, com consciência política, a combater a corrupção. E essa árdua luta (difícil porque essa praga já está impregnada em nossa cultura política) não se vence resolvendo provas com 180 questões de português, matemática, conhecimentos gerais ou raciocínio lógico. Para encará-la, é necessário mais. É preciso que cada cidadão se dê conta de seu papel fundamental na democracia, que só pode ser exercido com consciência política. Com ela, poderemos minar do cenário nacional nossos representantes que alimentam esquemas de corrupção, como esses, que permitiram o vazamento das provas do Enem.

A oportunidade de um novo Exame Nacional do Ensino Médio pode surgir dentro pouco mais de um mês. Mas a oportunidade de tentar melhorar nosso quadro político virá em outubro do ano que vem, quando ocorrem as eleições para deputados, governadores e presidente. Depois, outra eleição só daqui a quatro anos. E como bem reforçou o Tribunal Superior Eleitoral em campanhas de conscientização do voto no ano passado, “quatro anos é muito tempo”. Nota zero ao Enem 2009!

Trem Bala e Djavú se apresentam no 1º Pira Fest



Fonte: A Notícia

O município de Rio Piracicaba anunciou, na última terça-feira (30), a promoção do 1º Pira Fest. O evento ocorre entre os dias 23 e 25 de outubro, noa Parque de Exposições do município. Na sexta-feira (23), haverá show com banda Trem Bala. No sábado (24), a banda Djavú e Dj Juninho Portugal se apresentam. Já no domingo (25), a festa fica por conta do grupo Medalhões do Forró. O evento será realizado pela Central Shows, assessorada pela Brasileira Comunicação e em parceria com o empresário João Wellington. De acordo com os organizadores, o objetivo desta festa é mesclar vários ritmos para atender a diferentes públicos. O primeiro lote de passaportes está à venda a partir de hoje (2), no valor de R$25 e R$50, para camarote. Em João Monlevade, eles podem ser adquiridos na Patricinha Modas.

Trajeto da Linha Azul começa a funcionar em duas semanas

Fonte: A Notícia

O trajeto da Linha Azul vai começar a funcionar dentro de 15 dias. Semáforos para os motoristas e para pedestres, próximos às faixas, já estão sendo instalados nas imediações do Centro Educacional; no cruzamento da rua do Andrade com rua Gomes Batista e próximo ao Búfalo Bill.

Além disso, agentes do Setor de Trânsito e Transporte (Settran) já fazem a retirada de placas de sinalização que indicam que a Gomes Batista é via de mão dupla. Com o projeto, essa rua terá mão única, só no sentido de subida. Para tanto, uma obra para a retirada do poste no final da rua do Andrade e ampliação da via está sendo feita e deve ser concluída em breve.

O Linha Azul é um projeto do Executivo que visa melhorar o fluxo de veículos na cidade. Através desse projeto, os motoristas que quiserem ir para a BR-381 poderão entrar no trecho que liga a avenida Wilson Alvarenga à rua Duque de Caxias, passar pela rua do Andrade, entrar na rua Gomes Batista, seguir pela rua Barão de Cocais até chegar na avenida Alberto Lima. Toda a obra de adequação dos trechos está orçada em R$4 milhões. Desses, R$700 mil foram destinados para a revitalização asfáltica.

Previsão do tempo para o fim de semana

Nesta sexta, ventos de leste provocados pelo centro de alta pressão que segue com a frente fria mantêm o tempo parcialmente nublado a nublado na região leste.

Tal situação contribui para a ocorrência de chuvas fracas a qualquer hora do dia no Médio Piracicaba no fim do dia. A temperatura sobe hoje e varia entre 15 e 30 graus.

O sábado será céu claro a parcialmente nublado, previsão que se repete no domingo. Mas a semana começa com chuva fraca em toda a região, segundo o MG Tempo/Cemig/PUC Minas.

Oposição tenta barrar tarifa social da água

Fonte: A Notícia
O projeto de lei que institui a tarifa social e estabelece normas para a isenção de tarifa de água teve a tramitação interrompida durante a reunião ordinária da Câmara, na última quarta-feira (30).

O projeto foi colocado em votação em primeiro turno, mas houve pedido de vista por dois dias pelo vereador Guilherme Nasser (PSDB). Com isso, a oposição adiou a aprovação do projeto que pode resolver o problema financeiro do Departamento de Águas e Esgotos (DAE).

De acordo com a Prefeitura, a atual lei que concede isenção do pagamento de tarifa de água para os consumidores que gastarem até 10 mil litros por mês, sancionada pelo ex-prefeito Carlos Moreira (PTB) em 2001, ocasionou crise financeira no DAE. Nos últimos anos, a autarquia deixou de arrecadar cerca de R$7 milhões. Além disso, na opinião da administração atual, a lei não dispõe de qualquer critério social para concessão do beneficio.

Segundo dados do DAE, atualmente, existem 10.037 isentos do pagamento de conta de água, o que representa 46,70% dos titulares de hidrômetros monlevadenses. Dessa porcentagem, pelo menos 30% é de famílias de classe média ou alta. Inclusive, durante a reunião do Legislativo, a presidente da Casa, Dorinha Machado (PMDB), e os vereadores Pastor Carlinhos (PV) e Doró da Saúde (PMN) voltaram a declarar que são isentos do pagamento.

A finalidade do novo projeto acordado entre o Executivo e o DAE será de beneficiar somente quem realmente não têm condições de pagar a taxa pelo consumo de água. A isenção da taxa será apenas para as famílias cadastradas no projeto Bolsa Família, que não ultrapassam o consumo de 11 mil litros de água por mês. Além disso, quem consumir até 15 mil litros de água terá direito a desconto na conta.

O vereador Guilherme Nasser, ao justificar seu pedido de vista, disse que o problema no DAE não é financeiro, mas sim de gestão. Ele sugeriu que o prefeito Gustavo Prandini reduza a quantidade de cargos comissionados da autarquia.